Mas olha, se por acaso você sentir um pinguinho de saudade, eu vou estar aqui; como sempre estive desde o inicio. Sério, sinta um pouco de saudades, corra um pouquinho atrás também. Me liga para saber se ainda estou viva, me manda um e-mail perguntando se estou bem. Bate na minha porta para saber se preciso de alguma coisa, ou para dizer que estava passando perto e resolveu fazer uma visitinha. Qualquer coisa, mas me manda um sinal de que gosta um pouco de mim. Não é egoísmo querer que minhas esquinas se encontrem com as suas. Você é o meu verdadeiro amor, e sabem o que dizem sobre verdadeiros amores: eles são para sempre.
~ Animicida.    (via nobroke)
» via  nobroke   (originally  animicida)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:53pm Reblog / 1,790 notes

Mesmo simples, um gesto faz toda a diferença.

» via  professora-de-portugues   (originally  juliet-in-l0ve)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:52pm Reblog / 31 notes

O importante não é ganhar, é só fazer o outro perder.

» via  professora-de-portugues   (originally  cao-dorgado)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:52pm Reblog / 2,741 notes
Não foi o fim do mundo, mas algo dentro de mim morreu.
~ Animicida. (via desatou)
» via  desatou   (originally  animicida)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:51pm Reblog / 7,334 notes
» via  nobroke   (originally  heinekerr)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:50pm Reblog / 6,357 notes

Aí tu vê um negócio, fica triste mas não fala pra ninguém. Fim.

» via  drama-lhama   (originally  nublei)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:49pm Reblog / 5,990 notes
O que eu peço é que você seja sempre de verdade também. Que me queira assim, imperfeita e cheia de confusões. Que saiba os momentos em que eu preciso de uma mão passando entre os fios de cabelo. Que perceba que às vezes tudo o que eu preciso é do silêncio e do barulho da nossa respiração. Que veja que eu me esforço de um jeito nem sempre certo. Que veja lá na frente uma estrada, inteiramente nossa, cheia de opções e curvas. E que aceite que buracos sempre terão.
~ Clarissa Corrêa. (via verbo)
» via  verbo   (originally  heroinapoeta)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:48pm Reblog / 2,145 notes
» via  drama-lhama   (originally  asymptotejournal)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:47pm Reblog / 25,860 notes
» via  idealizar   (originally  doinganythingtojustfeelbetter)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:47pm Reblog / 28,632 notes
» via  wondervibe   (originally  razorblades-and-daisychains)
2 weeks ago on 8 April 2014 @ 8:47pm Reblog / 14,507 notes



“Quit Your Job. Buy a Ticket.
Fall in Love. Never Return.”


{ home, ask, }

“Mas é isso o que nos torna humanos: são estas incertezas, estes erros, estas desconfianças. É este errar sempre. Porque no amor não tem isso de certeza, de calmaria sempre, de segurança o tempo todo. Erramos e devemos aprender com os erros e até mesmo com os não-erros. A vida é este espaço breve dentro do que podemos ser ou não. E para nossa infelicidade, nós escolhemos ser entrega.”

theme by querida solidão; base por nothing, com alguns detalhes originais da letycia